Bloco Bitcoin

“É uma fraude” e “pior que os bulbos de tulipa”.

Jamie Dimon, CEO do JP Morgan 😂

O que são Exchanges Descentralizadas (DEX)?

exchanges descentralizadas

Para quem trabalha ou quer investir em criptomoedas, saber o que são exchanges descentralizadas é uma informação fundamental.

As moedas digitais, sendo a mais famosa delas o Bitcoin, ganharam cada vez mais espaço nos últimos anos. Assim, muita gente que não tinha contato com investimentos passou a conhecê-las.

Nesse cenário, as exchanges, ou corretoras de criptomoedas, passaram a ocupar um espaço importante. Elas surgiram como um meio para que os investimentos pudessem ser feitos adequadamente. 

Além disso, permitiram que os usuários tivessem mais segurança e agilidade nas transações. Tudo isso é um ponto extremamente positivo para qualquer tipo de transação financeira. 

O que é uma exchange descentralizada

A primeira coisa que é preciso saber é que as exchanges descentralizadas fazem um contraponto às centralizadas. Nas centralizadas você precisará de um cadastro com senha para começar o trending de criptomoedas (comprar e vender). 

No caso das descentralizadas, no entanto, ao contrário, não há necessidade de cadastros, depósitos ou saques. Você pode fazer a negociação diretamente apenas conectando sua carteira, sem intervenção: esse “anonimato” condiz mais com os fundamentos das criptomoedas.

A ideia é que a intervenção de terceiros seja mínima e a negociação seja a mais limpa possível. Nesse cenário, uma exchange descentralizada pode ser um pouco mais trabalhosa, ainda que útil. 

A principal diferença desse modelo para outros em que haja peer-to-peer é o uso de uma blockchain. Não é necessário repassar suas criptomoedas para que uma corretora os custodie. 

Exchange centralizada

Se você for fazer uso de uma exchange centralizada, necessariamente precisará fazer um cadastro com seus dados pessoais e em seguida, depositar dinheiro de alguma maneira, ou criptomoedas. Nesse momento o controle dos seus ativos passa para a corretora.

A verdade é que você ainda pode negociá-las quando quiser, mas, tecnicamente, não é possível gastar o dinheiro na blockchain. Quando você faz uma transação, na verdade é a Exchange que faz pra você.

Como tudo ocorre em um sistema único, a velocidade tende a ser um pouco maior. Porém, você deve confiar piamente que a Exchange irá cuidar bem dos seus fundos e protegê-los. Além disso, o anonimato nessas transações é baixo, uma vez que a corretora tem acesso a todos os seus dados. 

Os riscos, nesse caso, é se a empresa for vítima de um ataque hacker, por exemplo. Em uma situação ainda pior, as pessoas por trás da empresa podem ser mal-intencionadas e se apropriarem dos fundos. 

exchanges descentralizadas - manual do bitcoin

Por que uma exchange descentralizada é segura?

O funcionamento entre os dois tipos de exchanges é parecido, mas existem algumas diferenças grandes. Ainda, entre os modelos descentralizados também há diferenças entre umas e outras.

A ligação comum entre todas é o uso de ordem on-chain, utilizando contratos inteligentes. Assim, em nenhum momento você irá perder o controle total de onde estão os seus fundos. 

Atualmente os DEXs crposs-chain mais populares ainda giram em torno de ativos de somente uma blockchain. Assim, Binance Chain, Ethereum e Uniswap costumam surgir como alternativas interessantes).

Livros de ordem

No funcionamento das exchanges descentralizadas você tem livros on-chain e off-chain. Cada um deles apresenta um tipo de característica que pode ser mais ou menos interessante para o usuário.

No caso dos livros on-chain, você tem o registro de todas as ordens diretamente na blockchain. Isso tende a tornar todas as negociações muito mais transparentes e fáceis de acompanhar.

No entanto, o registro de cada informação pode demorar algum tempo. Nesse período, um minerador pode usar a informação pendente para conseguir algum lucro sobre o seu negócio. 

Esse front running é um dos pontos considerados negativos no uso dos livros on-chain. Por isso mesmo, o fato de ele não existir nos livros off-chain faz com que eles sejam bem vistos.

No caso dos livros off-chain você tem o registro das atividades fora da blockchains. Nesse caso as informações são registradas mais rápido, como acontece com o protocolo 0x para ERC-20. 

Nesse caso o host compartilha e combina informações até alcançar um pool de liquidez. Somente quando as partes da cadeia forem correspondentes, os dados serão registrados no blockchain.

Automated Market Maker (AMM)

Essa é uma alternativa interessante para uma exchange descentralizada se livrar dos livros de ordens. Nesse caso não são necessários takers ou makers, mas apenas os usuários já são suficientes.

Nesse caso, agrupa-se, de maneira inteligente, vários contratos, por meio de incentivos. O modelo acaba por se tornar bem mais fácil de usar do que outros, o que o torna bastante atrativo.

Por outro lado, algumas dessas DEXs necessitam de uma transação on-chain para ganharem liquidez. Por isso, a escolha pode não ser tão interessante assim em alguns casos. 

Vale a pena investir em uma exchange descentralizada?

O grande ponto positivo desse tipo de Exchange está no fato de ela ser muito menos burocratizada, além de anônima. Então, você precisa apenas de uma carteira de criptomoedas (Trust Wallet, Safepal) para começar a investir e negociar. 

Em outros casos (centralizadas) você precisaria enviar documentos e comprovantes de endereço. O medo de vazamentos dos dados pessoais pode afastar pessoas que preferem manter a intimidade bem guardada.

Mas é preciso ficar esperto, pois, se a DEX for administrada por uma autoridade central e usar um livro centralizado, pode haver a necessidade de comprovar sua situação de legalidade. 

Por fim, a diminuição dos riscos, por não repassar seus fundos a terceiros, sempre é um ponto positivo. Da mesma maneira os tokens não listados podem ser negociados tranquilamente, havendo demanda.

Existem apenas alguns problemas que são sempre lembrados: A usabilidade é um pouco diferente, o volume de trading e de liquidez é menor e as taxas podem ficar mais altas em algumas situações.

Como você viu,

as exchanges descentralizadas podem ser uma excelente opção para quem deseja negociar criptomoedas. Se você é daqueles mais desconfiados, certamente vai gostar do modelo.

A grande vantagem está no fato de você ter seus dados preservados e, ainda, manter controle total de seus fundos. Assim, é possível precaver-se contra qualquer tipo de situação mais perigosa.

Além disso, é importante lembrar que o uso dos livros de ordem on-chain e off-chain podem influenciar nos seus resultados. É interessante que você saiba como eles funcionam e podem ser úteis.

Ainda, você percebeu que existem diversos pontos positivos nesse tipo de modelo, mas é preciso atenção. Eventualmente, ele pode ser um pouco mais difícil de lidar e apresentar variações de liquidez.

Assim, agora que você já conhece e sabe o que é uma exchange descentralizada, tudo ficou mais fácil. Agora é o momento de verificar seus fundos e começar a investir da maneira correta.

Últimas Publicações

Review Exchange Okex

A Exchange OKEx é uma bolsa voltada para a comercialização de criptomoedas que pode facilitar todas as negociações daqui para frente.  Enquanto fazemos esse review

Review FTX Exchange

A negociação de criptomoedas ganha cada vez mais força no mundo e a FTX Exchange surge como opção que merece atenção dos investidores.  Como as

Quem criou o Bitcoin?

Foi Satoshi Nakamoto quem criou o Bitcoin e causou uma verdadeira revolução econômica ao redor de todo o mundo nos últimos anos. Se antes da

Review Kucoin Exchange

A Kucoin Exchange pode mudar a forma como você vê a negociação de moedas digitais e a maneira com que você investe atualmente. Desde o

O Bitcoin é seguro?

O Bitcoin é seguro? Entenda

Quem começou a saber um pouco mais sobre criptomoedas pode estar na dúvida se o Bitcoin é seguro e se sua utilização não apresenta riscos.

O que é Blockchaim

O que é Blockchain?

Quem está conhecendo agora o mundo dos bitcoins já deve ter se perguntado, ao menos uma vez, sobre o que é Blockchain e como essa